Artigo

Aplicação de metodologias de segmentação de imagem para medição automatizada dos níveis ósseos de implantes em radiografias periapicais padronizadas

Objetivo: validar um método automatizado para a determinação de níveis ósseos de implantes. Material e métodos: dois examinadores analisaram 60 radiografias de implantes (Camlog Screw-Line) através de uma interface gráfica desenvolvida para a aplicação do método de segmentação de imagem. O processo baseou-se na aplicação de uma série de passos automatizados para isolar a crista óssea e os implantes, a fim de computar a intersecção entre o osso e o implante. Os níveis ósseos foram posteriormente computados através da determinação da distância entre o primeiro contato osso-implante e o ombro do implante. A concordância e a exatidão do método foram determinadas por comparação dos níveis ósseos obtidos pelo método com os correspondentes obtidos manualmente. Resultados: não foram determinadas diferenças entre os resultados das medições manuais e as obtidas através do método de segmentação (teste Anova para medidas repetidas, p=0,852). A análise de concordância revelou um coeficiente de correlação intraclasse de 0,839 ([0,783-0,884, 95% IC], p < 0,01). Mais de 60% das medições foram consideradas exatas. Conclusões: o método proposto provou ser uma ferramenta precisa e fidedigna para a medição de níveis ósseos, contribuindo para a diminuição da variabilidade entre observadores.

Autores: Ana Messias, Rita Reis Salomão Rocha, Fernando Guerra, Pedro Nicolau, Pedro Cunha e Miguel López
Revista: Revista ImplantNews 2014 | v11n6a-PBA |