Artigo

Retalho posicionado coronalmente sem incisões relaxantes, associado a enxerto de tecido conjuntivo, para tratamento de retrações gengivais múltiplas

A retração gengival é caracterizada como o deslocamento apical da margem gengival em relação à junção cemento/esmalte (JCE), possuindo como consequência a exposição da superfície radicular. Diversas técnicas já foram descritas na literatura científica como tratamento para este problema gengival e, geralmente, a técnica cirúrgica de recobrimento radicular a ser escolhida relaciona-se com as características clínicas do caso, preferência do operador, habilidade manual, classifi cação da retração gengival, dentre outros. No entanto, a literatura indica que, dentre os procedimentos disponíveis, a técnica de retalho posicionado coronalmente com o uso de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial parece ser a mais promissora. O objetivo deste trabalho foi apresentar um relato de caso de recobrimento radicular, utilizando a técnica de Zucchelli & De Sanctis associada a enxerto de tecido conjuntivo para recobrimento de retrações gengivais múltiplas. Paciente do sexo feminino, com 24 anos de idade, sem relato de alterações sistêmicas e/ou alergias, não etilista e não fumante, procurou tratamento odontológico queixando-se de hipersensibilidade dentinária e comprometimento estético bucal. Os resultados observados permitiram concluir que a técnica descrita por Zucchelli & De Sanctis, associada ao enxerto de tecido conjuntivo subepitelial, permitiu reduzir a altura das retrações gengivais, assim como aumentar e melhorar a qualidade do tecido gengival, com completa resolução da hipersensibilidade dentinária e alto nível de satisfação estética.

Autores: Amanda Bandeira de Almeida, Patricia Garani Fernandes e Luciana Prado Maia
Revista: Revista ImplantNewsPerio 2017 | v2n6

Publicidade

Bioactive